E agora, vale a pena votar?